Atleta do Campinas Basquete Clube é campeão da Intermed em Barretos

IMG_6872

No sábado, 9 de setembro, ocorreram os jogos finais de diferentes modalidades esportivas da LI Intermed, a maior competição poliesportiva da América Latina que ocorre anualmente desde 1966. Organizada por 19 faculdades através da LEAMESP (Liga Esportiva das Atléticas de Medicina do Estado de São Paulo), conta com 17 modalidades, incluindo o basquetebol masculino e feminino, em 8 dias de disputa, que esse ano foram sediados em Barretos.

Felipe Fraga, atleta do Sub 19 do Campinas Basquete Clube (CBC) / Tênis Clube de Campinas (TCC) participou da competição como “calouro” jogando pela Faculdade de Medicina de Taubaté, a UNITAU. Felipe começou a jogar basquete na escolinha do TCC em 2009, com o técnico Mário Cecconi, mas na sequência acabou se interessando mais pelo futebol. Em 2011 começou a treinar basquete no Clube Campineiro de Regatas e Natação (CCRN), com o prof. Bruno G. B. Simões (“Bruninho”), onde foi campeão da Olimpesec. Em 2012 foi convidado para jogar o Sub 13 na Sociedade Hípica de Campinas (SHC), com o treinador prof. Leandro Cardoso Teixeira, onde também foi campeão da Olimpesec, e em 2013 foi inscrito na Federação Paulista de Basketball (FPB) para disputar o Sub 14 com a profa. Ariane C. Sarti e o Sub 15 com o prof. Flávio R. Carucio.

Felipe fez uma boa temporada e no início de 2014 não havia em Campinas equipes competitivas para manter filiação na FPB, portanto ele participou de “peneira” e foi aprovado para jogar na Sociedade Esportiva Palmeiras (SEP), em São Paulo. No Sub 15 do Palmeiras Felipe participou da equipe que ficou invicta por mais de 50 jogos e foi campeão paulista em 2015, sob o comando do prof. Willians Manzini Ribeiro, e jogando ao lado de Yago Matheus, uma grande revelação do basquete nacional, que recentemente se destacou no vice campeonato do Paulistano na NBB. Em 2015 manteve a sua rotina de viagens quase que diárias do Colégio Porto Seguro, em Valinhos, para treinos ou jogos no Palestra, jogando nas categorias Sub 16 (treinador prof. Adagoberto Cândido de Aguiar – “Adaga”, conquistando o vice campeonato paulista) e Sub 17 (treinador prof. Felipe Luiz Santana – “Filet”, conquistando o terceiro lugar no campeonato paulista).

No final de 2015 Felipe tinha uma grande dúvida que é frequente na cabeça de jovens que praticam esporte de rendimento: insistir no esporte ou se dedicar aos estudos almejando uma boa universidade, embora achasse possível conciliar essas duas metas, assim como ocorre nos Estados Unidos, onde os atletas são devidamente valorizados e recebem uma boa formação universitária. Essa dúvida fez com que alguns pais e amantes do basquete se reunissem Campinas planeja projeto para o basquetebol masculino

Em 2016 o CBC promoveu a parceria entre CCRN, SHC e TCC e começou a disputar campeonatos da FPB, nas categorias Sub 16 e 17. Felipe atuou a primeira partida pelo Sub 17 do CBC/TCC em Cravinhos, e no seu primeiro jogo retornando a Campinas, na SHC, um escorregão durante o aquecimento causou uma lesão no ligamento cruzado anterior esquerdo, o que o afastou temporariamente das quadras. Foram 4 cirurgias e inúmeras sessões de fisioterapia, e com o apoio do Prof. Dr. Sérgio R. Piedade, da Unicamp, e do fisioterapeuta Alexandre Leite, da FisioLife Assessoria e Reabilitação, o retorno as quadras pelo Sub 19 CBC/TCC ocorreu em maio de 2017. Nesse período seguiu a rotina de treinos e estudos para o concorrido vestibular de Medicina. Em julho de 2017 foi aprovado na UNITAU, e um dos motivos que o levou para Taubaté ainda aos 17 anos foi o fato da faculdade e seus alunos valorizarem muito o esporte.

FullSizeRender (2)

Felipe (14) com a equipe Sub 19 CBC/TCC em maio 2017, no seu retorno às quadras.

Em Taubaté Felipe está estudando e morando com outra revelação do basquete campineiro, Francisco Mendes Carvalho, o Chico. Chico, nascido em 1997, começou jogando pela Sociedade Hípica de Campinas (SHC) em 2008, participando da forte equipe treinada pelo prof. Flávio R. Carucio que foi campeã do interior Sub 15 em 2012. No período de agosto de 2014 a outubro de 2015 foi para Carolina do Norte, nos Estados Unidos, estudando na Cary School, onde ganhou alguns campeonatos de High School. Retornando para Campinas se dedicou mais aos estudos, jogou a Liga do Desenvolvimento pelo Regatas em 2015 e em 2016 atuou no Sub 21 do TCC, ganhando o campeonato da Liga Metropolitana de Basquete com o prof. “Bruninho”. Atualmente está no terceiro semestre de Medicina na UNITAU, turma que também tem o Victor Candiotto Luders, que foi atleta FPB por Limeira.

Chico nos EUA

Chico na Carolina do Norte, em 2014.

IMG_6896

Chico atuando pelo Regatas na LDB, em 2015.

Numa mesma equipe três atletas que um dia sonharam ser jogadores de basquete participaram com outros colegas futuros médicos de treinos quase diários sob a coordenação do prof. Paulo Cezar Martins Oliveira, o “Jaú” (treinador da forte equipe Sub 16 LBCP/Taubaté no campeonato da FPB), para uma inquestionável campanha na Intermed, com vitórias sobre a Puc Campinas (57 x 28), FM Ribeirão Preto USP (52 x 42), USP (44 x 30) e Santa Casa de São Paulo (53 x 30). Dessa maneira, após 40 anos o basquete masculino de Taubaté ganha novamente a Intermed, contribuindo para a melhor campanha de Taubaté nos 51 anos de competição, conquistando o terceiro lugar geral (ABC foi tricampeã e Santa Casa vice), na frente de instituições como a USP, UNIFESP e FM Ribeirão Preto USP. Com certeza esses momentos ficarão registrados para sempre nas memórias dos sexto anistas Guilherme Mingatto (“Suvaco”), Lucas Massarenti (“Pirulito”), Airan Naruhiko (“Okama”) e Rubens Biazeti (“Hamas”).

FullSizeRender copy

Os campeões do BM na Intermed 2017: Fala Mansa, Suvaco, Hamas, Pirulito, Meteoro, Dunga, Pau de Selfie e Jaú (em pé); Tim Maia, Limeira, Romano, Chico, Daniel e Okama (ajoelhados).

Esse longo texto é para esclarecer que o projeto do CBC é de basquete e educação, sem iludir jovens atletas e pais. Chega um momento na vida desses jovens que a opção é educação, trabalho e esporte, porém sem se afastar do basquetebol que todos adoram, mas num outro cenário, com conquistas tão significativas que mostram a importância do esporte na formação de um cidadão.

Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s